sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Tudo Na Vida Muda-Capítulo 107

Depois de algum tempo elas chegam em casa.

-Júlia: O que você vai fazer agora?
-Laura: Vou seguir em frente.
-Ingridy: Infelizmente nem tudo é do jeito que a gente quer.
-Laura: "O amor é como um precipício,a gente se joga e reza para não chegar o chão."
-Ingridy: Com o tempo esse sofrimento de ver alguém indo embora diminui.
-Laura: Tô vendo que alguém não conseguiu superar um divórcio.
-Ingridy: Não superei um e já vou enfrentar outro.
-Laura: "A dor é inevitável.o sofrimento é opcional."
-Ingridy: As vezes nós temos que abrir mão de certas coisas para sermos felizes.
-Laura: É.
-Ingridy: Mas  lembramos disso tarde demais.
-Laura: "Não importa quanto os dias sejam perfeitos,eles sempre têm acabam."

                                                                                                                                                    [Fim]

2 comentários:

  1. Oi flor, lindo o blog! Participa do meu tbm, to seguindo!
    bjbj

    http://ahcuriosaa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. "Não importa quanto os dias sejam perfeitos,eles sempre acabam."

    Ainda bem que isso também vale para os dias ruins.

    Abçs!

    Danilo Moreira
    http://blogpontotres.blogspot.com/

    ResponderExcluir