quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Rehab-Capítulo 196

-Basicamente.
-E nós não vamos poder ir visitar você. - minha mãe disse.
-Por quê?
-Para que você possa se dedicar melhor ao tratamento. - meu pai explicou.
-Também não pode levar celular, notebook e nem objetos parecidos. - a Alice me comunicou.
-Isso já é tortura.
-Você vai ver que não. - a Alice falou.
-Eu irei para esse lugar daqui a dois meses? - perguntei.
-Exatamente.
-Tomara que os dias passem bem devagarinho.
-Não vão, não.

Minha tinha razão total, dois meses passam rápido. Lá estava eu, arrumando a minha mala e uma mochila para ir ao camp. A Roberta estava comigo.
-Será que eu não posso ir junto?
-Só se você já tentou se matar.
-Não vai rolar.
-Acho que eu vou para um lugar cheio de adolescentes suicidas.
-Iguais a você.
-Iguais a mim. Eu vou ser normal uma vez nada vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário