domingo, 13 de janeiro de 2013

Vivendo na Escuridão-Capítulo 42

Alfredo, avô de Renata, estava entrando na sala quando a menina chegou.
-Como estão as minhas netinhas? - perguntou ele, aproximando-se das netas.
-Bem, na medida do possível. - Beatriz respondeu.
-É exagero dela.
-Espero que seja. - disse o avô.
-Onde está a responsável por essa bagunça? - perguntou Eleonor.
-Estou aqui.  - respondeu Alexandra. - E eu prefiro chamar isso de acordo e não de bagunça.
O avô das meninas abriu um sorriso.
-Minha cara Eleonor, isso podia ter sido evitado. - disse ele.
-Você vai ficar do lado dela?
-Não vou ficar do lado de ninguém.
Renata saiu da sala sem que ninguém percebesse.
Ela pegou o celular e ligou para Rafael, que havia dado seu número um dia antes.
-Alô.
-Rafael, você quer adiantar o trabalho de Biologia?
-Agora?
-Sim. É que está rolando uma reunião de família aqui em casa. E eu não estou afim de aturar.
-Tudo bem. Vou pegar o meu material e estou indo.
-Vou te esperar.
Renata esperou ansiosa no jardim a chegado do rapaz, enquanto na sala a discussão entre eles fervilhava.
Enfim, ele chegou.
-Desculpa a demora. Não estava encontrando os meus livros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário