sábado, 23 de fevereiro de 2013

Vivendo na Escuridão-Capítulo 61

-Quando os dois eram casados viviam brigando, discutindo sobre coisas fúteis e eles nunca me pouparam daquelas cenas patéticas. - explicou Renata. - Certa vez, eles quase se agrediram fisicamente.
-Eu te entendo e espero que você também me entenda.
-Eu amo muito o meu pai. Mas eu acho que você e a minha mãe merecem uma pessoa melhor.
-As vezes eu acho que a sua relação com seu pai e meio que de amor e ódio.
-Pode ser que sim.
-Mas você não pode fazer nada em relação ao que está acontecendo.
 -Nisso você tem razão.
-Tenta não se preocupar com isso, afinal, não tem nada a ver com você.
-Eu sei que você tem razão, mas eu não consigo ficar quieta vendo as escolhas deles refletirem na minha vida.
-Mais uma vez eu te entendo, mas tenta ser indiferente a isso.
-As vezes eu acho que você é a única pessoa que me entende ou pelo menos, que tenta me entender.
-Você pode estar olhando do jeito errado.
Melissa saiu do quarto e deixou Renata sozinha.
A menina ligou o computador, pegou sua câmera e a conectou a ele.
Ela começou a passar algumas fotos que ainda não havia passado para o computador.
Depois disso ela visualizou foto por foto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário